Enem 2022: mais de 164 mil candidatos fizeram a prova no Ceará no primeiro domingo


Mais de 164 mil estudantes fizeram a primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (13) no Ceará. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
No Ceará, 224.244 candidatos se inscreveram para o exame. O total de presentes na prova impressa foi de 164.473 candidatos, totalizando 73,3%. Já os que se inscreveram na versão digital foram 2.148 candidatos. Compareceram ao local 1.143 candidatos. Um total de 53,2%.
Neste domingo, os candidatos responderam questões de linguagens, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias e fizeram a redação, com o tema “Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil”.

A segunda etapa será no dia 20 de novembro e terá meia hora a menos do que na primeira.

De olho no relógio para a prova do Enem 2022:
Abertura dos portões: 12h
Fechamento dos portões: 13h
Início das provas: 13h30
Término das provas no 2º dia: 18h30

Reaplicação da prova

O candidato que perdeu o primeiro dia do Enem 2022 e faltou às provas de linguagens, ciências humanas e redação neste domingo (13) por um motivo justificado poderá pedir a reaplicação ao Inep.

O direito à reaplicação, que deverá ser nos dias 10 e 11 de janeiro de 2023, é válido somente em certas situações, como em caso de doenças infectocontagiosas, que precisarão ser comprovadas pelos candidatos, ou problemas logísticos.

Confira a lista de doenças infectocontagiosas previstas no edital do Enem:
Tuberculose;
Coqueluche;
Difteria;
Doença invasiva por Haemophilus influenzae;
Doença meningocócica e outras meningites;
Varíola;
Influenza humana A e B;
Poliomielite por poliovírus selvagem;
Sarampo;
Rubéola;
Varicela; e
Covid-19.
Problemas logísticos
O candidato que tiver tido problemas logísticos também poderá pedir a reaplicação da prova. O edital alerta que o participante afetado por problemas logísticos durante o 1º dia de aplicação das provas deverá comparecer normalmente no 2º dia de aplicação e poderá solicitar a reaplicação do exame do 1º dia.
Segundo o edital, são considerados problemas logísticos as seguintes situações:
desastres naturais (que prejudiquem a aplicação do Exame devido ao comprometimento da infraestrutura do local);
falta de energia elétrica (que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural);
falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante que solicitou uso de leitor de tela; ou
erro de execução de procedimento de aplicação que incorra em comprovado prejuízo ao participante.

Como pedir a reaplicação

A reaplicação deverá ser feita pela Página do Participante – enem.inep.gov.br/participante – em até cinco dias úteis após o último dia de aplicação, dia 20 de novembro. As solicitações serão julgadas individualmente pelo Inep.
Segundo o Inep, para a análise da possibilidade de reaplicação, o candidato deverá inserir obrigatoriamente, no momento da solicitação, documento legível que comprove a doença.

Na documentação, devem constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento.

Atenção: O Inep alerta ainda que o participante que alegar indisposição ou problemas de saúde durante a aplicação e não concluir as provas ou precisar ausentar-se do local de provas não poderá retornar à sala de provas para concluir o exame e não poderá solicitar a reaplicação.

Foto: Gioras Xerez/G1 / Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários