Hacker invade página do Governo do Ceará e pede anulação de votos do Nordeste; polícia investiga


As páginas do Governo do Ceará foram invadidas nesta segunda-feira (12 de dezembro de 2022) e exibiram a mensagem de um grupo que pede anulação de votos de nordestinos nas eleições 2022. O caso foi denunciado à Polícia Civil, que investiga a invasão.

Sobre o caso

O Governo do Ceará informou que as autoridades policiais investigam o ataque criminoso aos sites oficiais. Segundo o governo do estado, equipes de tecnologia da informação trabalham para que o acesso aos sistemas de serviço à população esteja preservado.
O ataque aconteceu no início desta segunda-feira quando nas páginas foram exibidas mensagens que pediam a “anulação de votos de todo o povo do Nordeste” e intervenção militar.
Após exibir as mensagens, o governo retirou a página do ar.

A região nordeste deu maioria dos votos ao presidente eleito, Lula, com 69,34% dos votos. Nas demais quatro regiões, Bolsonaro venceu, mas com uma margem mais apertada. Veja as porcentagens abaixo:
Nordeste: 69,34% (Lula) x 30,66% (Bolsonaro)

Norte: 48,97% (Lula) x 51,03% (Bolsonaro)

Sul: 38,16% (Lula) x 61,84% (Bolsonaro)

Sudeste: 45,74% (Lula) x 54,26% (Bolsonaro)

Centro-Oeste: 39,79% (Lula) x 60,21% (Bolsonaro)

Contestação das urnas sem provas

Desde que o TSE declarou a vitória de Lula nas urnas, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro contestam o resultado da eleição, mesmo sem apresentar provas de que houve alguma fraude na apuração dos votos.

Alguns simpatizantes de Bolsonaro acampam em frente a quartéis de todo o país em manifestações com demandas golpistas, que atentam contra a democracia.

Fonte: g1 CE

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem