1

Mais de 31 mil pessoas são capturadas em ações realizadas pelas polícias cearenses no ano de 2022


Mais de 31 mil pessoas foram capturadas nas ações integradas realizadas pelas Forças de Segurança no Ceará em todo o ano de 2022. Durante o período, os trabalhos desenvolvidos pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) e pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) resultaram em um total de 31.054 capturas em flagrante ou por força de mandado, em todo o Estado. Os números foram consolidados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp).

Os indicadores coletados pela Geesp incluem os números referentes a prisões e apreensões registradas entre os meses de janeiro e dezembro de 2022. Durante o período, foi registrada uma média de 85 capturas por dia. Apenas no último mês de dezembro, 2.629 capturas foram realizadas pelas equipes policiais em todo o Estado.

De acordo com o Secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Samuel Elânio, o trabalho é resultado da integração e dos investimentos em Segurança e Inteligência. “Esse quantitativo de 31 mil capturas em 2022 só demonstra o trabalho integrado, o empenho e dedicação de todas as Forças de Segurança do Estado do Ceará. Somado a isso, existe o trabalho em paralelo e em conjunto das inteligências das Polícias Civil e Militar e da própria Coordenadoria de Inteligência da SSPDS, que trabalham, lado a lado, para a redução dos crimes, e mostram que, com o investimento nas áreas de Segurança e Inteligência, os resultados surgem e os índices de violência são reduzidos”, afirmou o titular da pasta.

Outros números

Nas últimas semanas, outros números positivos foram divulgados pela SSPDS. No dia 12 de janeiro, foi divulgado um balanço com o resultado do trabalho da 12° Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Ceará (PC-CE). Entre janeiro e dezembro de 2022, 979 pessoas que estavam desaparecidas foram localizadas em Fortaleza .

Já no último dia 9 de janeiro, foi divulgado que no último ano, mais de cinco toneladas de entorpecentes foram apreendidas em todo o Estado pelas Polícias cearenses. Durante o período, 5.684,21 kg de entorpecentes como maconha, crack e cocaína foram retiradas de circulação pelas equipes policiais.

Outro indicador positivo obtido pelas Forças de Segurança em 2022, divulgado no dia 5 de janeiro, apontou para uma redução de 10% nas mortes provocadas por crimes violentos no Ceará .

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem