1

Polícia Militar do Ceará tem novo comandante geral


O governador Elmano de Freitas participou, no início da noite desta segunda-feira (30), da solenidade de transmissão de cargo do comandante-geral da Polícia Militar do Ceará. A solenidade, realizada no Quartel do Comando Geral da PMCE, em Fortaleza, contou ainda com a presença da vice-governadora Jade Romero, da cúpula da Segurança Pública, de oficiais e outras autoridades.

O coronel Klênio Savyo Nascimento de Sousa assumiu o comando-geral da PMCE, sucedendo o coronel PMCE Márcio Oliveira, que estava à frente da tropa desde setembro de 2020.

O governador Elmano de Freitas, que foi recebido na solenidade com honras militares, destacou que a transmissão do comando-geral da PMCE fortalece a integração entre as Forças de Segurança do Estado. “O coronel Klênio é oficial com mais de 30 anos de Polícia Militar, com uma formação muito consistente em planejamento, segurança pública e direito. Uma pessoa que conhece profundamente a polícia, e estava ao lado do ex-comandante, coronel Márcio, que também fez um bom trabalho na Polícia Militar. Portanto, sabe o que estava sendo feito, sabe o que precisa ser feito e a importância da integração da Polícia Militar com a Polícia Civil, com a Polícia Forense”, afirmou.

Para isso, o chefe do Executivo Estadual disse que continuará investindo na valorização dos policiais militares, com destaque para a entrega do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) — em fase de conclusão — e um novo hospital para a PMCE.

“Aumentaremos, e muito, a ação coordenada das forças de Segurança do Estado e das políticas sociais para o nosso povo. Obrigado a cada policial militar do Ceará por de manhã sair de casa e colocar a sua vida em risco pra proteger o povo cearense de organizações criminosas com ramificações internacionais, com atuação nacional, mas que nós temos a coragem e a decisão de enfrentar. Vamos vencer de maneira integrada”, pontuou Elmano de Freitas.

Em seu primeiro discurso à frente da tropa, o novo comandante-geral falou da emoção de ter uma trajetória de 31 anos na PMCE. Uma missão aprendida com o pai Francisco Loreto (em memória, que também foi policial militar). “Sempre devemos acreditar na força do trabalho, do servir, da fé e da união. A Polícia Militar do Ceará, por mais que seja força pública do Estado, com principal missão a defesa da sociedade, ela só é assim por ser uma grande família. Formada por homens e mulheres que possuem desejos, sonhos e necessidades, e que buscam, diuturnamente, servir, por sacerdócio, com a mais profunda justiça, à população da qual se originou”, registrou o coronel Klênio, prometendo defender os valores da PMCE, para servir aos cearenses e honrar o legado do ex-comandante-geral.

O coronel Márcio Oliveira é fundador do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), sendo atuante na expansão e regionalização do Comando. Além disso, implementou ações voltadas para a formação e valorização dos policiais militares. Ao todo, mais de 11 mil PMs foram capacitados em cursos de formação continuadas. Nesse período, o Ceará registrou redução no número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs).

“As realizações têm um valor quando se prestam à finalidade de atender os anseios da instituição, de seus integrantes, e quando se tem gratidão às pessoas que tanto contribuíram para essas realizações. Augusto Branco, poeta e escritor brasileiro do Norte do Brasil, escreveu que a gratidão é a maior medida do caráter de uma pessoa. Pra mim, gratidão é palavra primeira”, agradeceu Márcio Oliveira, que agora atuará como secretário-executivo de Políticas de Direção Superior da SSPDS.

Secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Samuel Elânio reforçou a importância da integração entre as forças de segurança do Estado, com destaque para a atuação da PMCE, que completará 188 anos em 2023. “Eu tenho a honra de dizer que o Ceará ganha com essa transmissão do comando-geral. Fortaleceremos ainda mais o trabalho que está sendo realizado, com lealdade e afinco”.

Conheça

O novo comandante-geral da PMCE ingressou na Polícia Militar do Ceará em 1992. Coronel Klênio Savyo Nascimento de Sousa possui bacharelado em Segurança Pública, pela Academia de Polícia Militar General Edgard Facó, e em Direito, pela Universidade Cruzeiro do Sul. Possui especialização em Gestão em Segurança Pública, pela Universidade da Bahia; MBA em Gerenciamento de Projetos, pela Universidade de Fortaleza; Gestão Pública, pela Faculdade Sentido Único; e em Ciências Jurídicas, pela Universidade Cruzeiro do Sul.

Possui ainda o Curso Superior de Polícia, pela Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), e os seguintes cursos de extensão: Gestão e Orçamento Público, Mediação de Conflitos, pela Universidade de Fortaleza; Gestão para Profissionais de Segurança Pública, realizado na Faculdade CDL; além dos mais diversos cursos voltados para a atividade-fim da Polícia Militar. Atuou nas Unidades Operacionais do antigo Batalhão de Polícia de Trânsito e nos 3º, 5º e 6º Batalhões PM e, no então, Comando de Policiamento da Capital.

Coronel Klênio serviu também na Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) nas seguintes áreas: Gabinete do Secretário, Coordenadoria de Planejamento Operacional, Coordenadoria de Desenvolvimento Institucional, Coordenadoria de Gestão de Pessoas e na Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança, sendo coordenador nestas duas últimas.

Foi também coordenador e instrutor de diversos cursos de formação e capacitação da Polícia Militar e da Academia Estadual de Segurança Pública. Foi subchefe do Estado Maior Geral e diretor de Planejamento e Gestão Interna da PMCE.

Presentes

Compareceram à cerimônia, Márcio Rodrigo Gutiérrez Rocha, futuro delegado-geral da PC-CE; Sérgio Pereira Santos, atual delegado-geral da PC-CE; Júlio Torres, perito-geral do Ceará; deputado estadual Evandro Leitão, presidente da Assembleia Legislativa do Ceará; Elisabeth Chagas, defensora-geral do Ceará; Manuel Pinheiro, procurador-geral de Justiça; futuro comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, coronel Cláudio Barreto; diretor da Academia Estadual da Segurança Pública, coronel Clauber Wagner Vieira de Paula; superintendente de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública, Nabupolasar Alves Feitosa; controlador-geral da Disciplina, Rodrigo Bona; secretário da Segurança Cidadã de Fortaleza, coronel Eduardo Holanda; Rodrigo Carneiro, superintendente da Polícia Federal no Ceará; Getúlio Rodney, superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Ceará; capitão de Mar e Guerra, Anderson Valença; comandante da 10ª Região Militar, general André Luiz Ribeiro Campos; tenente-coronel Aviador, Lauro Luiz de Freitas Filho; e outras autoridades, entre oficiais e civis.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem