1

Ex-presidente Dilma Rousseff vai comandar banco do Brics, decide governo Lula


O governo Lula acertou com seus parceiros do grupo do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) a indicação da ex-presidente Dilma Rousseff para comandar o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), instituição do bloco.

Atualmente, quem dirige o NBD é o diplomata Marcos Troyjo, indicado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Lula vinha buscando uma posição para Dilma. Chegou a ser avaliada uma indicação para uma embaixada, como a de Portugal.

Segundo um assessor direto de Lula, porém, a decisão foi indicá-la para chefiar o banco do Brics, que cuida de projetos para aplicação de recursos nos países integrantes do grupo.

O Brasil já conseguiu o aval dos seus parceiros para fazer a indicação de Dilma para o posto e o seu nome deve ser oficializado ainda em fevereiro.
Troyjo deve ir trabalhar com o governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos).

Dilma Rousseff

Nascida em Belo Horizonte (MG), Dilma Rousseff está com 75 anos e é formada em economia.
Durante a ditadura militar, integrou organizações de esquerda clandestinas, foi presa e torturada.

No Rio Grande do Sul, ajudou a fundar o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Filiou-se ao PT em 2001.

Nos governos Lula, foi ministra de Minas e Energia e chefe da Casa Civil. Nesta função, assumiu a gerência do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), um dos carros-chefe do governo. Foi apelidada por Lula de “mãe do PAC”.

Em 2010, foi eleita presidente e, em 2014, foi reeleita. Em 2016, foi alvo de processo de impeachment e teve o mandato cassado. Em 2018, disputou uma vaga no Senado por Minas Gerais, mas não se elegeu.

Fonte: g1

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem