Lula vê ‘armação’ de Moro em plano do PCC e ex-juiz responde: ‘O senhor não tem decência?’


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse achar que o plano do PCC para atacar autoridades públicas, como o senador Sergio Moro (União Brasil), é, na verdade, uma “armação” do ex-juiz da Lava-Jato, operação que levou Lula à prisão por 580 dias.

“Eu não vou falar, porque eu acho que é mais uma armação do Moro. Mas eu quero ser cauteloso, eu vou descobrir o que aconteceu. É visível que é uma armação do Moro”, disse Lula ao ser questionado por jornalistas sobre o plano da organização criminosa revelado pela Polícia Federal (PF).

A declaração aconteceu nesta quinta-feira (23) em uma visita ao Complexo Naval de Itaguaí, no Rio de Janeiro.

“Eu acho que é mais uma armação e se for mais uma armação, ele vai ficar mais desmascarado ainda. Eu não sei o que ele vai fazer da vida se ele continuar mentindo do jeito que está mentindo. Mas também o Moro não é a minha preocupação”, completou Lula.

Moro diz que Lula será responsável caso algo aconteça contra sua família

Logo após as declarações de Lula, Moro afirmou, em entrevista à CNN, que o presidente riu de sua família, ameaçada pelo crime organizado, ao falar que tudo foi uma “armação”.

“Então quero perguntar ao senhor presidente da República: O senhor não tem decência? O senhor não tem vergonha com esse seu comportamento? O senhor não respeita a liturgia do cargo? O senhor não respeita o sofrimento de uma família inocente? O senhor não respeita o combate que os agentes da lei, e aqui eu me incluo, como ex-ministro da justiça e, antes, juiz, o combate que nós fizemos ao crime organizado”, indagou Moro.

O senador ainda disse que se alguma coisa com sua família, “a responsabilidade está nas costas desse presidente [Lula], por fazer pouco caso”.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem