Adolescente de 16 anos é a quarta morte suspeita de febre maculosa em SP


A Secretaria de Saúde de Campinas confirmou, na noite desta terça-feira (13), que uma adolescente de 16 morreu com sintomas suspeitos de febre maculosa. Com isso, já são quatro os óbitos que teriam ligação com a doença. Outras três pessoas faleceram com sintomas parecidos e tiveram diagnóstico positivo para a infecção. A jovem era uma das participantes de uma festa na Fazenda Santa Margarida, no distrito de Joaquim Egídio. Todos os casos suspeitos são de pessoas que estavam no evento. A paciente estava internada desde o dia 9 de junho, em um hospital particular. Amostras biológicas da adolescente foram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz, para confirmar ou não a presença da doença. A febre maculosa é causada por duas bactérias do gênero Rickettsia, transmitidas por carrapatos, principalmente o carrapato estrela. Entre os sintomas da doença estão dor de cabeça, febre alta, dores no corpo e o aparecimento de manchas na pele (exantema), diarreia e vômito. Os outros três mortos são o piloto Douglas Costa, de 42 anos, a namorada dele, a dentista Mariana Giordano, de 36 anos, e uma jovem de 28 anos. Gazeta

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem