» » » Crise atinge 12 estados e o Distrito Federal, mas Ceará se mantém de fora e com pagamentos em dia



Enquanto a crise financeira atinge ao menos 12 estados e o Distrito Federal, afetando o pagamento de funcionários públicos, o estado do Ceará, mesmo sofrendo o quinto ano consecutivo de seca, vem mantendo em dia com a máquina funcionando e pagando rigorosamente em dia seus servidores.

Para aliar os cofres dos estados inadimplentes, nesta quarta-feira (10),  a Câmara dos Deputados aprovou uma medida que alivia o caixa dos estados sem exigir que, em contrapartida, os reajustes para o funcionalismo público fossem suspensos por dois anos.


A situação afeta servidores nos estados de Acre, Amapá, Amazonas, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima e Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.


Além dos  atrasos de salários ou verbas adicionais  – como ocorreu nesta semana em Sergipe e em Roraima –, os governos têm adotado três outras estratégias.


A mais comum delas é parcelar salários, como fazem estados como o Amapá e o Rio Grande do Sul.


Outro método é escalonar pagamentos de acordo com o valor, na qual parte do funcionalismo é paga em um dia e parte em outro. Em Goiás, desde julho, salários de até R$ 3,5 mil são pagos até o fim do mês. Os demais ficam para o dia 10 do mês seguinte.


A terceira estratégia é empurrar para a frente a data de pagamento dos servidores. Em março, antes do início da série de atrasos nos pagamentos, o governo do Rio de Janeiro mudou a data de pagamento do 5º dia útil para o 10º dia útil, mesma medida adotada em Tocantins.


Na maioria dos casos, as mudanças e atrasos começaram a ocorrer neste ano. No Paraná, entretanto, desde 2015 o governo vem atrasando o pagamento de adicionais de promoções e progressões, assim como acontece com os parcelamentos no Rio de Janeiro e em Sergipe, e a mudança de data de pagamento no Tocantins.



CEARÁ

No Ceará, o governo Camilo Santana tem garantido não apenas o pagamento em dia dos servidores bem como assegurado vantagens e promoções escalonadas a algumas grupos como os bombeiros e policiais militares. O equilíbrio fiscal adotado pela governo faz do Ceará um dos poucos estados onde o servidor e fornecedores tenham assegurado seus pagamentos a cada mês.


(Com informações do G1)

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply