Header ads

» »Unlabelled » Crato realiza atividades de prevenção e combate a hanseníase

O Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase é comemorado no último domingo do mês de janeiro. A data foi instituída com o objetivo de chamar a atenção da sociedade e das autoridades de saúde sobre a importância da prevenção e do tratamento adequado da doença.
As Ações no município serão as seguintes:
Dia 30 as 16h na Encosta do Seminário: Educação em saúde, jogos educativos, panfletagem, busca ativa
Dia 31 Dia D na Praça Siqueira Campos dia D a partir das 8h30min Educação em saúde, jogos educativos, panfletagem, busca ativa
Durante os dias 23,24,25,29 nos Postos de Saúde estarão sendo realizadas rodas de conversa acerca do tema com profissionais especializados
Dia 23, pela manhã UBSs Alcides Peixoto E Vicência Garrido 
Dia 24, pela manhã UBSs Amélia Pinheiro, Baixio das Palmeiras, Vila Alta e CEMIC
Dia 24, pela tarde CAIC.
Dia 25, pela manhã UBS José Ribeiro da Cruz (Comunidade do Recreio)
Dia 29, pela manhã UBS Fabio Pinheiro
Conhecida vulgarmente como lepra, a hanseníase ou Mal de Hansen, a hanseníase é uma doença infecciosa, contagiosa, que afeta os nervos e a pele e é causada por um bacilo chamado Mycobacterium leprae. A doença tem um passado de discriminação e isolamento de pacientes, devido às deformidades que causava. Atualmente as i
Os pacientes sem tratamento eliminam os bacilos através do aparelho respiratório superior (secreções nasais, gotículas da fala, tosse, espirro). O paciente em tratamento regular ou que já recebeu alta não transmite a doença. A maioria das pessoas que entram em contato com estes bacilos não desenvolvem a doença. Somente um pequeno percentual, em torno de 5% de pessoas, adoecem. É importante saber que a hanseníase tem cura. O tratamento é feito nas unidades de saúde e é gratuito. A cura é mais fácil e rápida quanto mais cedo for o diagnóstico.


flavio pinto

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply