Header ads

» »Unlabelled » Número de Lesões corporais aumenta em Juazeiro do Norte-CE e mulher esfaqueia marido

O número de violência só aumenta na Região do Cariri, inclusive a violência que tem como alvo vítimas do sexo feminino. Em menos de 24 horas foram registrados três casos em que mulheres foram violentadas e um em que um homem foi agredido entre Crato e Juazeiro do Norte-CE.Na noite da última segunda-feira, dia 19, um homem foi agredido fisicamente pela própria esposa em Juazeiro do Norte-CE. A vítima Jorge, de 38 anos em uma discussão banal no interior de sua residência quando a sua mulher Regilânia, de 41 anos, o perfurou várias vezes com uma faca. O mesmo foi socorrido e passa bem, enquanto que a mulher foi conduzida para a DRPC, ficando a disposição da justiça.Uma mulher de 32 anos acionou a polícia informando que estava sendo ameaçada pelo ex- marido e que o mesmo estava rondando a sua casa no último domingo, dia 17. De imediato a composição da CP 2701 chegou ao local e após ser constatado que eram informações verdadeiras o acusado identificado por Cícero de 28 anos, foi localizado e levado para a DPC onde foram executados as providencias necessárias.Em Crato-CE, mais precisamente no bairro Muriti, um homem foi preso após o destacamento policial ser avisado que o mesmo estava praticando violência domestica. Após a polícia se dirigir até a casa do acusado, Rômulo Nogueira Severo, de 44 anos, foi encontrado um revólver calibre 38 com quatro munições intactas. O mesmo foi conduzido imediatamente para a DRPC onde foram tomadas as medidas cabíveis.Em Juazeiro do Norte-CE, no bairro Franciscanos uma mulher identificada por Maria Sousa Neri, de 51 anos foi agredida pelo seu companheiro, Paulo Ramos Neri nas imediações da Rua Nossa Senhora do Carmo no referido bairro. De imediato a POG se dirigiu até o local e apor localizar o individuo um rifle calibre 22 foi encontrado e apreendido.

via News Cariri

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply