Header ads

» » » Empresariada por Henri Castelli, Luka nega ter sumido após 'Tô Nem Aí'


Ela estourou na cena musical brasileira em 2003, com o hit "Tô Nem Aí". A canção ficou por anos no topo das listas de músicas mais tocadas das rádios. Lançou mais três discos desde então -o último deles em 2015. No entanto, Luka ainda é considerada por muitos uma cantora do começo dos anos 2000.

"Para muita gente, cantei 'Tô Nem Aí' e sumi. Mas estava rodando mundo inteiro", diz a cantora, que fez mais de 30 shows em países da Europa e cantou em diversos festivais. Grande parte dos fãs que conquistou no início da carreira, segundo ela, ainda a acompanham e costumam levar seus filhos aos shows.

Ela garante que mídia e fama não são as suas prioridades. "Naquela época, não tinha como mostrar isso para todo mundo. Fiz muita coisa bacana, que chegou até a ser filmada lá, mas não tínhamos como passar isso para o Brasil. Hoje em dia os cantores que vão lá para fora mostram tudo para os fãs pelo Instagram. Na minha época mal tinha Orkut."

Estimulada pelo convívio com a filha, Luísa, 13, e atenta às mudanças na forma de se consumir música, Luka diz que está aproveitando melhor as oportunidades de divulgação de seu trabalho através da internet. Há cerca de um ano, ela, que trabalhava de forma independente junto com seu produtor, passou a ser empresariada por Henri Castelli.

A parceria rendeu o primeiro fruto com o lançamento do single e do clipe "Fuego en la Casa", do qual o ator participa. A nova música de Luka é autoral e cantada em espanhol. "Esse trabalho bombou. Muita gente me mandou mensagem e ouvi várias coisas legais. Estou fazendo shows pelo Brasil e tenho uma turnê nos Estados Unidos marcada, que deve se chamar 'Fuego en la Casa"", diz a cantora, que tem fluência no idioma espanhol.

NO AUGE DA VIDA

A nova fase de Luka também é marcada por mudanças físicas e emocionais. Com os cabelos platinados, ela diz que está cuidando bastante da imagem, mas sem perder a essência. Segundo ela, o novo visual faz parte de seu processo de se reinventar.

"Posso dizer, de coração, que estou no auge da minha vida. Estou feliz comigo, com meu corpo, com meu cabelo, com a minha vida. Eu já não estive, porque ninguém está feliz o tempo todo. Mas estou caminhando nessa evolução.

"Adepta de terapias durante muitos anos, Luka diz, sem desmerecer os tratamentos anteriores, que o que mudou sua vida de verdade foi o coaching. "Não tinha muita noção da minha responsabilidade artística, de influenciar as pessoas. Tenho fãs que me dizem que saíram da depressão ouvindo as minhas músicas. Elas têm esse poder e eu me comprometi a fazer a partir de agora somente músicas positivas, para estimular e incentivar." Com informações da Folhapress.

Noticias ao Minuto

About Alakshandush

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply