Header ads

ads

» » » Sem ministros nem Petrobras, Congresso debate crise dos combustíveis


Uma comissão geral agendada há mais de uma semana pelos presidentes da Câmara e do Senado para discutir a crise dos combustíveis, realizada na manhã desta terça-feira (29), não teve a participação de nenhum ministro do governo Michel Temer nem do presidente da Petrobras, Pedro Parente.

O encontro foi marcado com a finalidade de debater possíveis soluções para a crise provocada pela alta dos preços dos combustíveis e a greve dos caminhoneiros.

De acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente da Petrobras foi o único que justificou a ausência. Parente explicou que, no mesmo horário da comissão, participaria de reunião do conselho administrativo da estatal.

+ Entenda alguns pontos da greve dos caminhoneiros e o acordo com governo

"Os ministros não deram justificativa nenhuma, é um erro. Mostra que estão desarticulados e vão ter muita dificuldade de continuar conduzindo uma solução para sair da crise", afirmou Maia.

Na noite desta segunda-feira (28), integrantes da base do governo afirmaram que queriam que o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, viesse ao Congresso para explicar a situação do país. Os aliados de Temer estão com medo de serem atingidos pelo desgaste gerado pela crise a cinco meses das eleições.

O presidente da Câmara ainda fez críticas ao governo ao comentar a afirmação do ministro da Fazenda, de que poderia ser necessário elevar tributos para reduzir preços de combustíveis.

"Isso aqui é uma democracia e ele não manda no Congresso Nacional. O que ele fez ontem foi muito irresponsável. [...] O movimento todo tem de fundo a questão de não ter aumento de imposto e ele fala o contrário. Ele sabe muito bem que no Congresso não haverá aumento de impostos", afirmou. Com informações da Folhapress.

Noticias ao Minuto

About Alakshandush

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply