quarta-feira, 17 de abril de 2019

Sucessão 2020: Roberto Cláudio tira de Acilon comando do PR em Fortaleza


O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), não deu fôlego e tirou das mãos do prefeito do Eusébio, Acilon Gonçalves, o comando do diretório municipal do PR na Capital. Roberto indicou o ex-vereador de Maracanaú e ex-deputado estadual Francisco Barroso para o comando municipal do PR na Capital.

Acilon assumiu os rumos do Partido da República no Ceará e levou para a sigla o filho Bruno, a esposa Marta, vereadora, e o deputado federal Júnior Mano, que é o presidente da Executiva Regional da agremiação.

O grupo de Acilon saiu do Patriota e buscou abrigo no PR na estratégia de criar condições para um projeto de candidatura ao Senado ou ao Governo em 2022. A transferência para o PR provocou na largada duas baixas no grupo do prefeito do Eusébio: os deputados estaduais Nizo Costa e Apóstolo Luiz Henrique, por orientação dos articuladores políticos do Palácio da Abolição, não o acompanharam. Henrique se filiou ao PP, enquanto Nizo entrou no PSB.

Antes do projeto para a sucessão de Camilo Santana, Acilon disputará, no próximo ano, à reeleição e quer eleger, pelo menos, 25 prefeitos em cidades do Interior e na Grande Fortaleza. Quanto à Capital, Acilon começou a trabalhar para eleger, pelo menos, seis vereadores, mas perdeu espaços porque o PR fica nas mãos do prefeito Roberto Cláudio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário