sexta-feira, 3 de maio de 2019

Vereadores discutem sobre a provável extinção do Lacen em Crato


Na última segunda-feira, durante Sessão Ordinária presidida pelo Vereador Florisval Coriolano (PRTB), o parlamentar Thiago Esmeraldo (PP) alertou sobre a possível extinção do Laboratório central de saúde pública (Lacen) de Crato. Ele chamou atenção para a diminuição do atendimento de usuários, além dos funcionários que estão de aviso prévio. Para Thiago existe a necessidade de união dos políticos com entidades como Fecomércio, Rotary Club, Lyon, Maçonaria, CDL, entre outros, tendo em vista a continuidade do equipamento na região.

 “O equipamento já está há 42 anos no município e realiza exames laboratoriais e complementares como: toxoplasmose, teste de HIV e leishmaniose”, observou o parlamentar. Ele chamou atenção ainda para os mais de 300 procedimentos realizados nos Lacens do interior do estado.A casa legislativa concordou com Thiago afirmando que “está na hora de serem feitas cobranças mais rígidas aos deputados que foram votados no município para que a população não seja prejudicada ainda mais com a perca de equipamentos como o Lacen e o SINE/IDT”.

O presidente da casa reforçou as falas afirmando que os eleitores também são culpados pelos prejuízos já que não votam nos candidatos cratenses. Ainda na sessão, o vereador Professor Gilson (AVANTE) solicitou a mesa diretora que as audiências públicas fossem realizadas em dias diferentes das sessões para que todos os parlamentares pudessem participar, e assim não “seria necessário suspender as sessões ordinárias”, justificou. 

O presidente da casa Florisval Coriolano (PRTB) concordou com o colega e levou o pedido ao plenário que aprovou de forma unânime. Florisvalressaltou que a audiência pública para discutir a reforma da previdência já estava marcada para próxima terça-feira (07), e será mantida, pois já havia sido confirmada entre as partes.

via News Cariri

Nenhum comentário:

Postar um comentário