Justiça revoga prisão e solta líder religioso suspeito de dopar e estuprar mulheres durante rituais no Ceará


Conhecido como “Pai Francisco”, o homem cometia os crimes na casa de oração que mantinha na própria casa.A Justiça revogou a prisão preventiva e deu liberdade provisória ao líder religioso preso suspeito de dopar e estuprar mulheres durante rituais religiosos que realizava dentro da própria casa, na região da Serra da Ibiapaba, no Ceará.

A decisão judicial foi assinada na segunda-feira (30). O homem vai cumprir medidas cautelares.Francisco Aucivam Pereira Linhares, de 29 anos, conhecido como “Pai Francisco”, cometia os crimes na casa de oração que mantinha na localidade de Alto Lindo, em Ibiapina.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Ceará, ele chegava a oferecer bebidas às mulheres, que após ingeri-las, sentiam náuseas.O líder religioso chegou a declarar que cometia os estupros a mando de entidades espirituais.

Com a decisão expedida pelo juiz da Vara Única de Ibiapina, o suspeito pode ser posto em liberdade a qualquer momento, e fica obrigado a se apresentar à Justiça mensalmente, justificando suas atividades.

Ele é proibido de sair do município, atuar como líder espiritual, frequentar terreiros de religião afro e manter contato com vítimas ou testemunhas do caso.Ele foi preso em casa, em julho deste ano, após denúncia de pelo menos quatro vítimas. O suspeito não tinha antecedentes criminais.

Fonte: G1

Comentários