Motorista de aplicativo é preso por estupro de menino durante corrida


Nesta terça-feira (10), um motorista de aplicativo foi preso por policiais da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav) no Rio de Janeiro. O homem foi acusado de estuprar um menino de 13 anos durante o trajeto de uma corrida em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

De acordo com informações do jornal ‘Extra’, o delegado Adilson Palácio, titular da Dcav, informou que a mãe do menino teria chamado o motorista através do aplicativo da Uber e que a criança faria a viagem sozinha. Durante o trajeto o homem acabou cometendo a violência sexual.

Dias depois, os pais do menino procuraram a delegacia e relataram o estupro. Segundo o delegado, a vítima não contou para os responsáveis sobre o crime num primeiro momento, por medo. Os responsáveis pela criança perceberam o adolescente calado e com mudança de comportamento e após conversas descobriram o caso e denunciaram. A empresa responsável pelo aplicativo ajudou a localizar o motorista.

Ainda segundo a publicação, o motorista frequenta uma igreja na Baixada Fluminense, é casado, tem uma filha e um neto. O carro em que o suspeito trabalhava era alugado, e o endereço cadastrado não era mais dele, que foi encontrado numa residência próxima. Inicialmente, ele negou o crime, mas acabou sendo preso e levado para a Cadeia Pública de Benfica.

Fonte Notícias ao Minuto

Comentários