Bolsonaro desiste de churrasco e diz que reunião anunciada é “fake”


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desistiu de fazer o churrasco prometido por ele próprio neste sábado (09) após repercussão negativa da notícia.  Pelas redes sociais, o chefe do Executivo afirmou que o churrasco era “fake”. Ele ainda teceu comentários sobre o Movimento Brasil Livre (MBL) que protocolou, junto à Justiça Federal do Distrito Federal, na noite de ontem (8), uma ação para proibir o presidente de promover o evento.

O pedido do partido ainda previa multa de R$ 100 mil caso a churrascada ocorresse. “Alguns jornalistas idiotas criticaram o churrasco FAKE, mas o MBL se superou, entrou com AÇÃO NA JUSTIÇA”, escreveu.

Mesmo com as aglomerações não sendo recomendadas, o presidente disse na última quinta-feira (07) que iria “cometer um crime” para reunir os convidados. O evento, segundo ele, contaria com cerca de 30 pessoas e ainda teria direito a uma partida de futebol. “Estou cometendo um crime.

Vou fazer um churrasco no sábado aqui em casa. Vamos bater um papo, quem sabe uma peladinha, alguns ministros, alguns servidores mais humildes que estão do meu lado”, disse Bolsonaro à imprensa nesta quinta-feira (7/5), na entrada do Palácio do Alvorada. Ainda segundo o chefe do Executivo, uma “vaquinha” também seria feita para custear as carnes.

No entanto, bebidas alcoólicas não seriam permitidas, comentou. “Vai ter vaquinha de R$ 70. Não terá bebida alcoólica, se não, a primeira-dama coloca todo mundo para correr”, disse.
Ontem (09), após polêmica provocada pelo assunto, Bolsonaro ironizou a imprensa sobre o churrasco que prometeu fazer neste sábado (9/5) no Palácio da Alvorada e disse a apoiadores que colocaria “pra dentro” da residência qualquer um que comparecesse ao Alvorada hoje. Em tom sarcástico, Bolsonaro falou que receberia “mais ou menos 3 mil pessoas”. Em determinado momento, um dos eleitores de Bolsonaro pediu que fosse convidado ao churrasco. A partir daí, Bolsonaro começou a brincar sobre o tema.

“Só vou convidar imprensa. Já tem 180 convidados”, respondeu Bolsonaro. Com os risos da claque, ele continuou: “210 convidados já tem”. Ao cumprimentar mais apoiadores, o presidente voltou a aumentar a quantidade de convidados. “Deve dar 500 pessoas o churrasco amanhã. 700 pessoas confirmaram”, ironizou. Em meio a pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Saúde registrou, até as 19h desta sexta-feira (8), 145.328 casos da doença em todo o Brasil e 9.897 óbitos provocados pelo vírus.

Foto: Reprodução
Fonte: Site Ceará Agora

Postar um comentário

0 Comentários