Brasil tem 807 mortes em 24h e volta a ser líder em notificações


Depois de leve queda no domingo, 24, o número de mortes por covid-19 no Brasil voltou a subir nesta segunda-feira, 25. Em um dia foram mais 807 vítimas e 11.687 testes positivos. Segundo o Ministério da Saúde, no país são 374.898 casos confirmados e 23.473 óbitos.

Pelo segundo dia consecutivo o Brasil foi o país com mais mortes notificadas em 24h. Assim como ontem, ficou à frente dos Estados Unidos, segundo o site Worldmeters — nos EUA, onde é feriado nesta segunda-feira, foram notificadas 757 mortes em 24h.

O Ministério da Saúde tem explicado que o número de confirmações cai aos finais de semana porque a capacidade de preenchimento dos relatórios de atualização é reduzida. Geralmente às terças é divulgado o maior número da semana porque são zerados os exames pendentes no sistema.

Com a maioria dos casos no país, o estado de São Paulo registrou mais 1.464 casos de coronavírus nas últimas 24 horas, e chegou a 83.625 casos. Mais 57 pessoas morreram em decorrência da doença desde o balanço divulgado do domingo, fazendo o total de óbitos chegar a 6.220 no estado.

Índice considerado chave para o relaxamento da quarentena, a taxa de isolamento na capital paulista foi de 57% no domingo, 24, acima da meta de 55%. A cidade vive um feriado prolongado de seis dias que termina nesta segunda. O estado teve 55% de isolamento.

Em entrevista à GloboNews nesta segunda, o governador João Doria (PSDB) disse que a partir do dia 1º de junho será adotada uma quarentena por regiões. Ele ainda descartou o lockdown.

Foto: Buda Mendes/Getty Images

Fonte: Exame

Postar um comentário

0 Comentários