Aplicativo de socorro urgente é disponibilizado aos Policiais Penais do Ceará


Os policiais penais do Ceará são os novos beneficiados com o aplicativo “Portal Comando Avançado”. A ferramenta auxilia na proteção dos servidores em qualquer lugar que ele esteja. O app, entre as várias funcionalidades, tem disponível o botão de pânico, que acionado mobiliza todas as forças de segurança do Estado.

A plataforma foi desenvolvida pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Utilizada por outros servidores da Segurança, o app chega para os policiais penais e reforça a parceria entre a SSPDS e a Secretaria da Administração Penitenciária.

O secretário da SAP, Mauro Albuquerque, destaca mais esse movimento em prol da proteção aos agentes. “Esse emprego da tecnologia e essa parceria com a Secretaria de Segurança é fundamental. Nós aprimoramos o trabalho, a segurança do Agente e o combate ao crime. Você ter uma informação rápida, um socorro rápido, é crucial para o combate ao crime. O crime está cada vez mais articulado. É fundamental para que nós possamos servir um serviço de qualidade e proteger nossos profissionais”, ressalta Mauro.

O mecanismo de acionamento é bem simples, basta o usuário, ao encontrar-se numa situação de iminente perigo, ativar o botão de pânico, que de imediato a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS) fará contato direto, e caso não haja retorno na comunicação ou se constate a ocorrência, uma viatura mais próxima é direcionada ao local do sinistro na hora.

O secretário da SSPDS, André Costa, destaca mais uma parceria de sucesso com a SAP. “É mais uma parceria, uma integração, que mostra como as Pastas do Estado trabalham. Especialmente as da Segurança Pública e Defesa Social e da Administração Penitenciária. Nós já temos integração de várias bases de dados e agora mais essa parceria. É um conjunto de ações buscando a proteção dos nossos agentes e no comando das pastas para proteger e zelar e quem ganha isso é a sociedade.

O aplicativo dispõe ainda, a estes profissionais, quando preciso, pesquisa e checagem de informações de veículos, documentos, consulta criminal e civil de suspeitos. O coordenador do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará, José Macêdo, responsável por comandar a equipe, explica como a criação do aplicativo. “Eles (SSPDS) colocaram a necessidade e em três meses nós desenvolvemos a ferramenta. É bem utilizável, intuitiva e facilitada para os servidores da Segurança. Com a nossa equipe que envolve pesquisadores, desenvolvedores, alunos de Pós-Graduação, Mestrado, Doutorado e Docentes nós também damos o suporte quando necessário. A equipe de Tecnologia da Informação da SSPDS é apta a realizar todas as atualizações necessária, como acontece agora da utilização para os policiais penais”, afirma o professor.

Foto: Divulgação/ Governo do Estado

Fonte: Governo do Estado do Ceará

Postar um comentário

0 Comentários