Economia brasileira encolhe no 2º tri e país entra em recessão técnica


A economia brasileira encolheu 9,7% no segundo trimestre deste ano em comparação ao período anterior, deixando o país em recessão técnica, de acordo com os dados do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais, divulgados nesta terça-feira (1º) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Recessão técnica é o termo usado para quando o PIB (Produto Interno Bruto) registra resultado negativo em dois trimestres consecutivos, o que não acontecia desde o final de 2016 no Brasil. O PIB foi influenciado pela pandemia de coronavírus, que levou governos a adotarem medidas de isolamento social para evitarem a transmissão do vírus.

Em valores correntes, o PIB do segundo trimestre totalizou R$ 1,653 trilhão. Este também é o pior resultado para a economia brasileira desde o início da série histórica, em 1996. 

No primeiro trimestre do ano, o PIB encolheu 1,5%,  já sentindo os efeitos da pandemia do coronavírus. Em relação ao segundo semestre de 2019, a queda do PIB é de 11,4%.

Queda por setores 

Segundo o IBGE, a retração da economia resulta das quedas históricas de 12,3% na indústria e de 9,7% nos serviços. Somados, indústria e serviços representam 95% do PIB nacional. Já a agropecuária cresceu 0,4%, puxada, principalmente, pela produção de soja e café.

“Esses resultados referem-se ao auge do isolamento social, quando diversas atividades econômicas foram parcial ou totalmente paralisadas para enfrentamento da pandemia”, afirma a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis.

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Fonte: Portal R7

Postar um comentário

0 Comentários