Guimarães aciona a Justiça contra André Fernandes


O deputado federal José Guimarães (PT) entrou na 38ª Vara Cível de Fortaleza contra André Fernandes (Republicanos) no último dia 13 por ter sido chamado de “capitão cueca”. Na ação indenizatória por danos morais, o petista pede R$ 50 mil ao bolsonarista.

Fernandes se defendia na tribuna da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) no dia 20 de agosto, no decorrer da sessão que lhe afastou por 30 dias do mandato – punição encerrada no último domingo, 20 -, quando citou a absolvição do então deputado estadual, em 2005, como um exemplo de que casos mais graves do que o dele teriam tido a compreensão da Casa.

No decorrer da fala, chamou Guimarães de “capitão cueca”. Ele também publicou o adjetivo em conta no Twitter.

O apelido usado por Fernandes faz menção ao dia em que o então assessor de Guimarães, José Adalberto Vieira, foi preso no Aeroporto de Congonhas (SP) com R$ 100 mil dólares escondidos na cueca, além de R$ 209 mil numa maleta.
O Legislativo estadual livrou Guimarães da cassação num placar apertado de 23 a 16. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceria a inocência dele mais tarde, em 2012.

No dia da fala de Fernandes, Guimarães já havia prometido que iria judicializar a questão.

via Flavio Pinto News

Postar um comentário

0 Comentários