No aniversário de 33 anos, Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens reabre suas portas


Comemorando 33 anos de existência, o Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens, da Universidade Regional do Cariri (Urca), em Santana do Cariri, reabre ao público neste 26 de julho. O equipamento estava fechado desde março do ano passado em razão da pandemia do coronavírus.

A reabertura do Museu obedecerá aos protocolos sanitários estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no sentido de estabelecer mais segurança para visitantes, guias e funcionários. Segundo o diretor do Museu, Professor Alysson Pinheiro, nos próximos dias haverá programação comemorativa, coincidindo com esse momento da reabertura de um dos espaços museológicos mais visitados do Cariri.

Haverá desde lançamento de livro, atividades externas com aulas e palestras, além da participação do diretor do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o cientista Alexander Kellner. O museu reabre com nova exposição e forma de contar a história da paleontologia na Bacia do Araripe e um espaço dedicado à acessibilidade.

Mesmo com público reduzido, e com a perspectiva de trabalhar com agendamentos, as atividades científicas serão retomadas.

A visita de pesquisadores segue permitida, também mediante agendamento, com uso do alojamento com menor número de pessoas e oficinas.

Para as visitações, será obrigatório o uso de máscara em todo o percurso e utilização de álcool em gel na entrada e saída. Dentro do museu, será mantida a distância mínima de dois metros e o trajeto será sempre acompanhado por um guia.

Também é proibido tocar nas peças em exposição. A entrada nos espaços estará restrita.

O Museu de Paleontologia ainda não reabriu porque promete trazer novidades na sua exposição. Um dos mais importantes equipamentos, abriga mais de 7 mil peças do período cretáceo, inclusive com holótipos. Também é espaço de salvaguarda de peças fossilizadas da região e tem desenvolvido frequentemente campanhas para preservar e também abrigar fósseis da Bacia do Araripe.

Fundado pelo ex-prefeito de Santana do Cariri, Professor Plácido Cidade Nuvens, ex-Reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), quando gestor da cidade ele decidiu repassar à Universidade a autonomia de administrar o espaço, que se tornou um equipamento impulsionador do turismo científico na região do Cariri. Após o falecimento de Professor Plácido, o museu recebeu o seu nome.

Foto: Divulgação

Fonte: Governo do Estado

Postar um comentário

0 Comentários