Quase 12 kg de maconha são apreendidos dentro de máquina de lavar roupas em Juazeiro do Norte


Foram encontrados quase 12 quilos de maconha escondidos na parte inferior de uma máquina de lavar roupas em Juazeiro do Norte. O eletrodoméstico era levado por um carro de frete, que foi abordado por investigadores do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) da Delegacia Regional da Cidade após suspeitas sobre o comércio ilegal de drogas. Ocorrência foi registrada na noite de quarta-feira, 18.

O motorista do transporte foi conduzido à delegacia e negou que soubesse da existência dos entorpecentes no veículo. De acordo com a a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), um inquérito policial foi instaurado para levantar mais informações sobre o ocorrido, bem como identificar os suspeitos envolvidos na atividade ilícita.

Apreensão

 Após recebimento de informações sobre um veículo que estaria transportando entorpecentes de Juazeiro do Norte com destino à cidade vizinha de Caririaçu, os policiais civis se prepararam para realizar a abordagem na zona rural de Juazeiro.

O automóvel foi localizado e vistoriado pelos investigadores. Na caçamba, os agentes encontraram uma caixa de papelão com uma lavadora de roupas lacrada. Foi necessário desmontar a parte inferior do eletrodoméstico para que os policiais civis encontrassem 11 tabletes de maconha no compartimento da máquina.

O homem, que não teve a identidade revelada, foi conduzido junto com o material para a sede da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte para prestar esclarecimentos. O motorista alegou que tinha sido contratado para fazer um frete para levar a máquina de lavar roupas, mas não sabia que os entorpecentes estavam escondidos no eletrodoméstico. 

Denúncias
 
A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com os trabalhos na região repassando informações que auxiliem as equipes policiais.

As denúncias podem ser feitas para o número: (88) 99861 6987, que é o WhatsApp do NCTD, por onde podem ser realizadas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Foto: Reprodução/Polícia Civil

Fonte: O Povo Online

Postar um comentário

0 Comentários